terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Relatividade

O vice-presidente, ou simplesmente VP, havia pedido a ele para que se encarregasse do projeto. Depois de passado algum tempo, foi marcada uma reunião para checar o progresso. A secretária agendou de um dia para o outro, sem dó. Mas ele tinha um conflito no horário proposto, outra reunião executiva já estava marcada há mais de um mês. Ele enviou um email para a secretária do VP, copiando o próprio, checando se era possível que alterassem o agendamento. Como ninguém respondeu, no dia seguinte enviou um outro email: - vocês receberam esta minha mensagem? Continuou sem resposta. Pediu então para um funcionário da sua equipe participar daquela reunião com o VP no lugar dele. Mas a reunião não aconteceu. Conta o funcionário que o VP ficou contrariado: - sem ele não há reunião! A reunião foi finalmente remarcada. Exatamente para o dia e horário em que ele teria uma entrevista no consulado americano para renovação do visto. Como da outra vez, enviou um email perguntando se poderiam remanejar. Novamente sem resposta. Lembrou-se da famosa teoria proposta por Einstein, a qual estabeleceu que o tempo é relativo. Ele sentia isso na prática. O tempo de alguns é mais importante que o dos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário